segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Quando penso em você e eu e no que compartilhamos, sei que para os outros seria fácil menosprezar o tempo que passamos juntos simplesmente como um subproduto dos dias e noites á beira-mar, uma ‘aventura’ que, a longo prazo, não significa absolutamente nada. É por isso que não conto ás pessoas sobre nós. Eles não iriam entender, e não sinto necessidade de explicar, simplesmente porque sei em meu coração como foi real. Quando penso em você, não posso deixar e sorrir, sabendo que você me completa. Eu te amo, não só agora, mas sempre, e sonho com o dia em que você vai me abraçar novamente.

3 comentários:

  1. Que texto mais fofo. Seguindo aqui, segue também? Bjos.

    ResponderExcluir
  2. Que esse abraço aconteça quanto antes e que ele seja o germinar de um grande amor.

    ResponderExcluir